Noticias



A Multitel reinventa-se e aposta nas TIC para colocar Angola a comunicar com “Classe mundial”

Desafiada pelos novos accionistas- Recorde-se que a OI Vendeu a PT Ventures `dona´ de 40 por cento da Multitel, à Sonangol – e contando mais de duas décadas de experiência no sector das telecomunicações nacionais, a empresa decidiu reinventar-se através do lançamento de uma nova família de produtos.

A Multitel Digitotal Solutions, solução lançada oficialmente na quarta-feira pretende ir ao encontro as necessidades do mercado, apresentando-se como uma “chave que abre todas portas” de uma empresa

Para colocar Angola a comunicar com “classe mundial” , a Multitel propõe oito novos serviços num espectros de acção ligado à área das tecnologias de comunicação e informação (TIC) São eles:

  1. Infra-estrutura de rede (Cabeamento estruturado, Fibra Óptica, Redes Wi-fi)
  2. Data Center e Cloud (Housing, Hosting, E-mail, Storage, Backup, Saas)
  3. Consultoria e formação on Job (Redes, Sistemas e Segurança)
  4. Voz IP (SIP Trunk, Linhas SIP, Equipamentos de voz)
  5. Cyber segurança (Controlo e Higienização de Tráfego, IPS/IDS, Proteção avançada contra Malware)
  6. Serviços Web (Websites, Web Marketing com Gestão de Redes sociais, Optimizaçao SEO)
  7. Automação e Segurança Eletrónica (Gestão de Filas, CCTV, Bio Ponto Torniquetes)
  8. Softwares (ERP, CRM, Sistemas de gestão e softwares à medida)

 

Apresentação, à qual o VerAngola assistiu, esteve a cargo do Ludieco João, Diretor de Desenho e Inovação, a nova unidade de negócios da empresa. Apesar de ter corrido a quadros já existentes para a constituição deste departamento, a empresa equaciona abordar o mercado de trabalho ainda este ano para alargar a mais recente unidade.

António Geirinhas, director- geral da Multitel, avançou que o primeiro grande projecto desta nova unidade de negócios foi o cabeamento do hospital de campanha da Clínica Girassol, em Viana. O responsável explicou que, apesar de esta ser uma solução 360 graus. Os clientes podem recorrer a valências individuas, tais como alojamento de e-mail, desenvolvimento de softwares especifico para gestão etc.

Já Kussi Bernardo, CTO da empresa, destacou os quatros milhões de dólares investidos pelos acionistas nos últimos dois anos, dos quais resultaram também estes novos serviços. “Temos que nos inventar para continuarmos a ser relevantes neste sector. A competição continua acirrada”, referiu o responsável tecnológico

O Digitotal está disponível para o mercado angolano e região da SADC, sendo um serviço desenhado para todo tipo de empresas, com orçamentos individuas. “A ideia é adaptar-se a cada tipo de negócios e apresentar soluções em escalabilidade, de forma a crescer com a empresa, independentemente da grandeza ou da dimensão do negócio”, concluiu o CTO.

Fonte: VerAngola 02/09/2020



Voltar